ÚLTIMAS EDIÇÕES

Topo
Revista Living - Posts

Revista Living - CRIAR ♦ MORAR ♦ VIVER

  /  ARQUITETURA   /  Para curtir

Para curtir

Nesta ampla residência em São Paulo, a conexão entre área interna e externa promove amplitude e sensação de bem-estar. No generoso terreno, o quintal surge como um oásis, composto por espelho d’água, piscina e um charmoso lago com pergolado

Fotos: Renato Navarro/Divulgação

 

Em Boituva, São Paulo, a residência de 2,2 mil m² se destaca em meio à paisagem. De visual contemporâneo, suas linhas retas revelam a personalidade dos clientes, que desejavam um lar espaçoso, com ambientes amplos e uma área externa agradável para toda a família. Entre os pedidos dos moradores, conforme conta o arquiteto Maurício Karam, estava, além de uma bela piscina, a criação de um lago, com o intuito de transformar o quintal em um local perfeito para a contemplação da natureza. Uma área gourmet, totalmente integrada ao jardim, também estava nos planos dos moradores.

“Esse projeto surgiu através de um terreno já existente e outros dois que foram acoplados durante a construção. Com isso, fizemos uma casa com dois blocos ligados por um jardim interno”, diz Karam, explicando que o primeiro bloco abriga toda a área social, com aproximadamente 1 mil m², o segundo, por sua vez, abrange, no pavimento inferior, uma grande área de lazer, enquanto os ambientes íntimos ficam dispostos no andar superior. “A casa é, basicamente, feita a partir de grandes lajes. Existe uma parte, onde está o jardim interno, que recebeu cobertura retrátil, podendo ser aberta”, explica. Esse volume central da construção, no qual Karam abriu espaço para o jardim interno, contou com a participação do renomado paisagista Alex Hanazaki.

Na área, localizada entre as duas colunas principais da casa, foi criado um espelho d’água revestido em pedra hitaim na cor preta. “Esse espaço, todo feito de pedra, recebeu, além de grandes pedregulhos em tom bege, uma generosa planta da espécie pândanus”, pontua. A escada que se encontra na área, conforme ele explica, é um dos principais destaques da casa, pois foi totalmente revestida em mármore travertino romano bruto, assumindo status de escultura na construção. O efeito imponente é evidenciado com os rasgos de iluminação e o uso de vidro.

Área externa impressionante

A fluidez entre os ambientes caracteriza a residência. Esse detalhe também demarca a transição entre área interna e externa graças ao uso de um piso único, em mármore travertino romano bruto. O espelho d’água, que tem início na parte interna da casa, se comunica com a piscina por meio de uma cascata. A água, conforme explica Karam, flui através de degraus que acompanham o perfil do terreno. “Há um bloco que vai se transformando na piscina. As pessoas caminham sobre a água, em meio a todo o paisagismo de Hanazaki, que utilizou grandes palmeiras em frente à piscina”, diz. Para o ambiente externo, a área gourmet foi projetada como uma extensão por toda a varanda.

A piscina, em pedra hijau, com suas linhas retas e visual rústico, agrega modernidade ao jardim, com vegetação que explora as nuances vívidas do verde. Na área do lago, o arquiteto manteve o caminho com blocos de pedra, seguindo o conceito geral do espaço. Eles levam a um charmoso pergolado, que oferece sombra e conforto em meio ao gramado.

 


Essa matéria foi publicada originalmente na edição 88 – Novembro 2018 da Living. Para adquirir um exemplar, clique aqui.


 

Confira o projeto completo: